Total de visualizações de página

quarta-feira, 21 de junho de 2017

O que aconteceu com clubes capixabas que já jogaram 1ª divisão nacional?

O que aconteceu com clubes capixabas que já jogaram 1ª divisão nacional?

Desde que disputaram a primeira divisão pela última vez, o que aconteceu com essas equipes do Espírito Santo?

O que houve com os clubes que uma vez disputaram a primeira divisão do Brasileiro, representando o Espírito Santo desde sua última participação na competição?
PLACAR traz o histórico dessas equipes desde a última vez que disputaram a série A do Brasileiro.
Veja abaixo:
Clubes do Espírito Santo que já jogaram a primeira divisão
Cariacica
(1)
: Desportiva Ferroviária
Vitória
(2)
: Rio Branco e Vitória
Colatina
(1)
: Colatina
DESPORTIVA FERROVIÁRIA
Não joga a primeira divisão desde 1993. Em 1994, passou da
primeira fase no primeiro lugar em sua chave. Na segunda fase, voltou a liderar
sua chave e se classificou para a semifinal, mas foi eliminado pelo Goiás por
ter campanha pior. Por conta disso, ficou em terceiro e terminou sem o acesso
para a série A.
Em 1995 voltou a passar da primeira fase. Na segunda fase,
ficou em terceiro de sua chave, atrás de Sergipe e Ceará e acabou eliminado
precocemente, por não conseguir o Ceará em casa na última partida (0 x 0).
Em 1996 o time voltou a passar da primeira fase. Na segunda,
foi eliminada pelo Náutico nos pênaltis. Em 1997 voltou a passar da primeira
fase. Na segunda, mesmo com vantagem de decidir o jogo dois e três em casa, foi
eliminado pelo América-MG.
Na série B de 1998 passou na segunda colocação de sua chave
na primeira fase. Na segunda, eliminou o Tuna Luso-PA em três jogos. Já na
terceira, passou em segundo de sua chave, junto com o Gama. No quandrangular
final, contudo, ficou em terceiro, sem o acesso, atrás de Gama-DF e
Botafogo-SP.
Em 1999 o time foi lanterna da série B com apenas duas
vitórias em 21 jogos. O time seria rebaixado por isso, mas com a mudança das
regras, jogou o Módulo Amarelo da Copa João Havelange, sendo eliminado na
primeira fase. Em 2001, na nova série B, foi vice-lanterna de seu grupo e
acabou rebaixado para a série C. Em 2002, contudo, não jogou a terceira
divisão. Disputou o torneio em 2003 e foi eliminado na primeira fase do
torneio.
Desde então, não disputou mais o torneio nacional, até
agora, em 2016, jogando a série D.
RIO BRANCO
Jogou a série A pela última vez em 1986. Em 1987, disputou o
Módulo Amarelo da Copa União, que seria uma espécie de série B, mas que depois
foi elevado à série A.
Em 1988 foi lanterna de seu grupo na primeira fase da série
B. Em 1989 foi eliminado também na primeira fase, apenas à frente de outros
dois Capixabas (Desportiva e Colatina) em sua chave.  De 1990 a 1994 ficou sem jogar o torneio
nacional. Voltou à série C em 1995. Ficou em segundo de sua chave na primeira
fase e se classificou. Na segunda passou pelo América-RJ nos pênaltis. Na
terceira, passou pelo Galícia-BA. Já na quarta, pelo gol fora de casa, passou
pelo Guará-DF. Nas quartas de final, caiu diante do Volta Redonda-RJ.
Em 1996 não se classificou. Em 1997 passou da primeira fase,
mas caiu diante do Confiança-SE logo na segunda. Em 1998 foi eliminado logo na
primeira fase. Após não se classificar na edição de 1999, ia jogar o Módulo
Branco da Copa João Havelange de 2000, mas desistiu de participar.
Não se classificou em 2001 e foi eliminado nas primeiras
fases das edições de 2002 e 2003 da série C. 
Voltou a jogar às séries D de 2009, 2010 e 2015. Na primeira foi
eliminado na primeira fase. Na segunda, se classificou em segundo da chave, com
o Uberaba-MG, mas caiu na segunda para o Madureira-RJ. Já na última, se
classificou em primeiro de sua chave na primeira fase. Nas oitavas de final, no
entanto, caiu diante da Caldense-MG.
VITÓRIA
Jogou a série A pela última vez em 1977. Em 1980, jogou a
série B e caiu na primeira fase. Em 1981, foi lanterna de sua chave na primeira
fase, com seis derrotas em sete jogos. Já em 1985, caiu logo na primeira fase
para o América-MG, nos pênaltis.
Em 1994, na série C, passou da primeira fase em chave com
apenas o Catuense-BA. Na segunda, passou pelo Villa Nova-MG pelo gol fora de
casa. Na terceira, após dois 0 x 0, perdeu nos pênaltis para o Maruinense-SE.
Em 1995, foi líder de seu grupo na primeira fase da série C. Na segunda, foi
eliminado pelo Barra-RJ, pelo gol fora de casa.
Em 1996, foi eliminao na primeira fase da série C. Voltou a
jogar a competição apenas dez anos depois, em 2006, mas também foi eliminado na
primeira fase do torneio, para América-MG e Grêmio Barueri-SP. Desde então, o
time não joga torneios nacionais.
COLATINA
Jogou a série A pela última vez em 1979. Depois jogou a
primeira série C da história, em 1981, mas caiu diante do Olaria-RJ na primeira
fase. Em 1982 jogou a série B e caiu na primeira fase. Em 1989 voltou a joga a
série B e foi eliminado na primeira fase. Ficou em 93° de 96 clubes.
Em 1990 foi eliminado na primeira fase da série C, ficando
atrás apenas do América-MG, que se classificou. Em 1991 jogou sua última série
B e caiu na primeira fase. Já em 1996, jogou sua última série C. Passou da
primeira fase, mas caiu na segunda, diante do Fluminense de Feira de
Santana-BA. Após esse torneio, fechou o time de futebol.
Observação:
Disputando a Série D atualmente Desportiva Ferroviária e Espírito Santo, não vem fazendo boa campanha, dependendo da última rodada para tentar à classificação para próxima fase. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário